O Prêmio Bom Exemplo foi entregue aos vencedores das nove categorias no dia 4/05, na sede da TV Globo Minas, em Belo Horizonte. Criada em 2010, a iniciativa homenageia personalidades que se destacaram por seu trabalho em prol da comunidade. A dupla de jornalistas Isabela Scalabrini e Artur Almeida, que apresentou a cerimônia, informou que a categoria Cidadania, cujo ganhador é eleito pela internet, recebeu mais de 86 mil votos, um recorde. Quem o levou foi o bailarino e professor de Educação Física Renato Ventura. Ele dá aulas gratuitas para idosos há 20 anos. “Temos que cuidar dos nossos idosos com carinho e respeito”, disse.

O presidente do Sistema FIEMG, Olavo Machado Junior, contou que o Prêmio Bom Exemplo lhe proporciona momentos muito agradáveis, em um tempo que há notícias negativas diariamente. Ele ponderou que, mesmo com todas as dificuldades por que passamos, podemos ter um país melhor se seguirmos o bom exemplo das pessoas premiadas. “O Prêmio Bom Exemplo é exatamente isso: pessoas com muito pouco fazem muita coisa e mudam o local onde estão”, elogiou.

Este ano houve um homenageado especial: o professor Marcos Pinotti, do departamento de engenharia mecânica da Escola de Engenharia da UFMG. Ele criou o LabBio, que desenvolve pesquisas e trabalhos nas áreas de engenharia cardiovascular, engenharia de reabilitação e desenvolvimento de instrumentos e dispositivos para diagnóstico e terapia. Era considerado um dos 100 cientistas mais influentes do mundo. Pinotti morreu em janeiro deste ano, em Moscou, capital da Rússia, onde articulava parcerias científicas. Seu filho recebeu a homenagem. “Meu pai sempre foi um bom exemplo para mim. Fico feliz e orgulhoso de poder compartilhar isso com vocês”, disse.

O diretor-geral da TV Globo Minas, Marcelo Matte, agradeceu aos parceiros do prêmio, a FIEMG entre eles, e se disse orgulhoso do resultado alcançado pelo prêmio desde a sua criação. Ele avaliou que nunca o país precisou tanto de uma iniciativa como essa, voltada para destacar a prática do bem. “Diante da crise moral, política e institucional pela qual passamos, nunca foi tão oportuno um prêmio como esse. Não só pela divulgação de exemplos positivos, mas para mostrar que a imensa maioria da população brasileira é formada por pessoas de bem”, disse.

CONHEÇA OS PREMIADOS

 

CIÊNCIA

Evando Mirra de Paula e Silva, com seu trabalho de pesquisa, deu origem a produtos de aço utilizados pela indústria automobilística. São materiais mais leves, de elevada resistência mecânica que garantem melhor desempenho, mais segurança e menor consumo de combustíveis.

CULTURA

O Projeto Arte Favelajá atraiu cerca de mil jovens, que participaram do projeto criado no Bairro Goiânia, que leva arte para diversas comunidades da Grande BH.

ECONOMIA E DESENVOLVIMENTO DE MINAS

Tiago Maranhão é CEO de uma das maiores empresas de inovação tecnológica de Minas Gerais, o Centro Suíço de Eletrônica e Microssistemas (CSEM). Em 2015, lançou a Sunew, que produzirá filmes plásticos orgânicos para conversão de energia solar em elétrica

EDUCAÇÃO

Beatriz Alvarenga é professora Emérita da UFMG. Em parceria com Antônio Máximo, publicou o livro Curso de Física, que foi distribuído para o Brasil e América Latina.

ESPORTE

Os mineiros Bruno Soares e Marcelo Mello vão representar o Brasil nos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro. Bruno Soares e Marcelo Melo voltaram a projetar o Brasil no cenário do mundial do tênis.

INOVAÇÃO

Rosana Antunes contou com a ajuda de especialistas e pesquisadores para desenvolver o Up Rose, que auxilia o movimento de pessoas com alguns tipos de paraplegia.

MEIO AMBIENTE

O jornalista Hiram Firmino é um dos pioneiros na cobertura dos assuntos de meio ambiente em Minas Gerais. É fundador da Revista Ecológico.

PERSONALIDADE DO ANO

O juiz Juarez Morais de Azevedo é Personalidade do Ano de 2016. Ele foi reconhecido por sua atuação na Associação de Proteção e Assistência aos Condenados (APAC), de Nova Lima.

HOMENAGEM ESPECIAL

Marcos Pinotti Barbosa criou o LabBio,  que desenvolve pesquisas e trabalhos nas áreas de engenharia cardiovascular, engenharia de reabilitação e desenvolvimento de instrumentos e dispositivos para diagnóstico e terapia.

CIDADANIA

Renato Ventura é bailarino e professor de Educação Física. Ele dá aulas de dança gratuitas para pessoas da terceira idade. As aulas buscam o resgate da cidadania, com ritmos variados, passos de dança, abraços e muita afetividade entre os participantes.

Sobre o autor

Related Posts

Leave a Reply

Your email address will not be published.

comentários