DJs e atrações nacionais e internacionais
animaram o público

 

Texto por Felipe de Jesus/GBC Conteúdo
Fotos: Hendrix Ribeiro/GBC Conteúdo

Para quem queria deixar para trás todas as energias negativas de 2016 e começar o ano novo com muita harmonia, o Réveillon Mahal + Sense foi a melhor pedida. A festa segmentada ao público LGBT foi realizada no último sábado, 31 de dezembro (virada de ano) no Espaço Niágara, Jardim Canadá, Nova Lima e reuniu cerca de 1500 pessoas.

O espaço Sense trouxe as atrações Marina Araújo, Grupo Elas, Banda do Marcão, e os DJs Helen Saff, Reury Caxito e Oliver Bredariol. Já o espaço Mahal apresentou o melhor da música eletrônica, com DJs nacionais, internacionais que agitam as melhores baladas. Entre eles estão, DJ GSP (Grécia), DJ Rick Braile, Dj Nill Rogger, DJ Gustavo Medrado, DJ André Baeta e DJ Felipe Angel.

De acordo com o organizador do Réveillon Mahal + Sense, Victor Araújo, a junção Sense e Mahal foi de extrema relevância para a festa. “É a primeira vez que fazemos o Réveillon Sense e poder realizar essa mega festa  junto com Mahal foi muito bom. O Mahal é uma produtora do público GLS e que tem essa vertente do eletrônico e para mim essa união foi o grande responsável por esse sucesso da festa. O Réveillon não foi feito de uma hora para outra, nós planejamos desde maio de 2016 e de lá para cá trabalhamos bastante para organizar tudo nos mínimos detalhes para quem viesse comemorar a virada de ano”, comentou.

Segundo Victor Araújo, o Réveillon alcançou o resultado esperado, principalmente pelas atrações oferecidas para o público. “A nossa idéia era essa mesmo, poder oferecer muita qualidade e acima de tudo conforto para quem viesse prestigiar a festa. Por isso investimos em dois espaços, um com shows e o outro com DJs nacionais e também internacionais. Não poderia deixar de falar exatamente das atrações que foram escolhidas com muita atenção. Foram 12, desde Marina Araújo, Grupo Elas e Banda do Marcão até DJ Rick Braile, Dj Nill Rogger, DJ Gustavo Medrado e outros artistas. Espero que o público tenha gostado, pois estou muito feliz com o resultado”, completou.

Alegria garantida

Para o publicitário Rodrigo Messias, 32, a festa foi de fácil acesso e muito bem organizada. “É muito bom poder participar de uma festa onde somos bem recebidos e ao mesmo tempo bem acolhidos. Achei de fácil acesso, já que foi realizada fora do eixo Centro de Belo Horizonte, praticamente em Nova Lima. Estão de parabéns pela festa e pela organização. Gostei demais dos espaços oferecidos e também dos DJs da festa”, disse.

Já para Marcelo Mathias, 26, Minas Gerais ganha muito com essas festas de fim de ano destinadas para um público específico. “Como é bom poder prestigiar uma festa tão bonita e tão diversificada. Para mim que gosto muito da virada de ano, Minas Gerais precisa ter mais esse tipo Réveillon. Para mim é mais do que inovador, é gratificante fazer parte de um evento que reúne gente bonita e também muita música. Em minha opinião, a cidade precisa de mais festas assim. Espero que em 2017 tenhamos mais uma festa como essa, tão animada em Minas”, completou.

Animação sem fim

Além da excelente iluminação, decoração e as melhores atrações o Réveillon Sense + Mahal inclui um coquetel com um Open Bar completo de cerveja, vodka, água, suco e refrigerante, o Open Food, assinado por Cristina Misk, responsável pelas principais festas Premium de Minas Gerais, e a tentadora mesa de doces.

Leave a Reply

Your email address will not be published.

comentários