A festa junina da gastronomia mineira, que recebeu os mais tradicionais restaurantes de Belo Horizonte, arrecadou mais de 10 toneladas de alimentos que serão revertidos para entidades de assistência social

Delícias mineiras, comidas típicas juninas, música boa e um clima agradável. Assim foi a primeira edição da Junina Gourmet, realizada no último final de semana em Belo Horizonte. A Praça José Mendes Júnior, ao lado do Palácio da Liberdade, se tornou um ponto de encontro para toda a família, que pôde comer bem, dançar e celebrar um dos períodos mais esperados do ano. E quem esteve no evento participou de uma corrente do bem, pois o ingresso era 1 Kg de alimento não perecível, o que acabou arrecadando mais de 10 toneladas de mantimentos que serão revertidos para a Sociedade São Vicente de Paulo e ao projeto social Bim da Ambulância.

O evento contou com os shows de Tom Nascimento, Chama Chuva, Thiago Carvalho, Trio Lampião e Kayc Antonelly. Mas a gastronomia foi o ponto alto da Junina Goutmet, que apresentou ao público pratos tradicionais dos restaurantes participantes e também as comidas típicas do período junina.

A Borracharia Gastrobar fez sucesso com o prato “Mungunzá Mineiro”, uma tradicional canjica salgada com costela de boi desfiada e deliciosos dadinhos de tapioca. O Paladino ficou disputado com o “Mexidão Belisário” e a carne de pote.   O BQS Beers and Quick Snacks inovou ao levar os nachos mineiros, mas também agradou com as iscas de frango com molho de mostarda e mel. Sushi mineiro, salsichinha, queijo coalho, medalhão de frango e costelinhas BBQ defumadas com coleslaw foram as delícias apresentadas pelo Butchery BBQ & Drinks.  O Dona Lucinha apresentou a autêntica comida mineira com o tropeirinho e o curioso acarajé mineiro, que conquistou o gosto do público. O restaurante Casa Cheia apostou na releitura do tradicional, apresentando uma canjiquinha diferente, que recebeu o nome de “Mineirinho Valente”, além de tulipinhas crocantes.

Os tradicionais frango ao molho pardo e porção de pastéis de angu, foram os pratos do restaurante Maria das Tranças. O Xapuri levou o “Vira Lata Metido a Besta”, um sanduiche especial criado pelo chef da casa, e também o tradicional bolinho de mandioca com queijo. O Villa Emporium apresentou uma seleção de caldos e a deliciosa picanha serenada Emporium.

O Itatiaia Rádio Bar foi o responsável pelos caipis, sucos naturais e famosos drinks como o aperol spritz, moscow mule e o delicioso choconhaque. A cervejaria Krug Bier fez sucesso com os chopes artesanais e a Enoteca Decanter agradou os amantes de vinhos e espumantes.

Uma barraca foi montada especialmente para agradar os paladares “juninos”. Milho cozido, mingau de milho, canjica, cocadas, frutas com chocolates, pés de moleque e as maçãs do amor estavam à disposição. A Itambé montou uma barraca onde foram oferecidos cocada e brigadeiro de colher para degustação dos participantes do evento.

A festa Junina Gourmet foi realizada pela Nenety Eventos e contou com o patrocínio da Itambé, Auto Truck, Chevrolet, Santa Amália e Krug Bier, além do apoio da Abrasel – Associação Brasileira de Bares e Restaurantes, Belotur, Prefeitura de Belo Horizonte e Governo de Minas, através do Programa + Gastronomia.

*(Foto: Henrique Rabelo)

Leave a Reply

Your email address will not be published.

comentários